Conceito Arquitetônico

A linguagem arquitetônica de Turya Bragança procura retomar a arte para transmitir significados em símbolos e formas. As construções ecológicas e a arquitetura bioclimática se unem em prol de uma rede hoteleira com um caráter que, além de sustentável, é restaurador.

O conceito arquitetônico de Turya Bragança apresenta um design desenvolvido em harmonia com a vegetação local. A escolha do material nativo, a contratação de colaboradores da região, a preferência pela linguagem artística com aspectos culturais locais e universais e o resgate da beleza na tradição da construção são exemplos de como a arquitetura foi fundamental para adequar a iniciativa à sua missão.

O destaque das passagens com a inserção de arcos, janelas e entradas, cuidadosamente projetados para respeitar a comunicação simbólica entre as esferas arquitetônicas e os elementos essenciais (água, ar, luz e fogo), busca referência em culturas tradicionais.

Com estruturas arquitetônicas propositivas e de caráter ambiental, social e culturalmente construtivos, aliados às técnicas milenares do adobe, da taipa e da utilização de materiais naturais locais, são escolhas que consolidam a presença sustentável desta cadeia hoteleira.

As tecnologias construtivas de última geração aplicadas no projeto geram altíssima redução do uso de água na fase de implementação do empreendimento. O estilo de arquitetura conhecido como “apropriada” favorece a completa sintonia da construção com o seu entorno e funda uma relação cooperativa com o ambiente. Seu alcance agrega valor e satisfação para a região de Bragança Paulista.